+34 91 005 42 79 brasil@esneca.lat
    • Español
    • 0 Items

      Os processos de produção nas empresas são um dos aspectos que mais se beneficiaram dos avanços tecnológicos, especificamente da automação industrial. Esse grande passo no setor de soldagem tem componentes essenciais que evoluíram para facilitar e otimizar as linhas de produção. Isso se traduz em vários tipos de robôs industriais que tornam as cadeias de produção mais produtivas. Gostaria de conhecer sua classificação e principais características? Continue lendo ou aprenda de forma profissional com nosso mestrado em robótica.

      Desarrolla un perfil competitivo en el sector de los automatismos industriales con nuestra maestría en línea.

      Características dos robôs industriais

      De acordo com a Robotic Industries Association (RIA), um robô industrial é um manipulador multifuncional reprogramável capaz de mover materiais, peças, ferramentas ou dispositivos especiais. Tudo isso a partir de trajetórias variáveis para executar várias tarefas cíclicas e adaptáveis.

      Basicamente, é uma máquina articulada multifuncional, que pode ser controlada por um dispositivo humano ou lógico e é reprogramável. Além disso, os robôs industriais são compostos por uma estrutura semelhante, que tem quatro partes essenciais:

      • Eles têm um braço mecânico manipulável e controlável.
      • Eles têm elementos estruturais rígidos, como links.
      • Eles são conectados por juntas que podem ser lineares ou rotativas.
      • Na extremidade do braço, há “manipuladores” que podem ser garras ou ferramentas.

      Essas características permitem a especialização de um robô e é por isso que existem diferentes tipos de robôs industriais. Ou seja, eles variam de acordo com seu uso em uma aplicação específica.

      Quais são os principais tipos de robôs industriais?

      A estrutura dos robôs é o que indica a classificação que corresponde a eles. Com base nos seis parâmetros a seguir, eles podem ser definidos da seguinte forma:

      • Níveis de autonomia: representa o número total de juntas que os compõem.
      • Acessibilidade: é o número de pontos acessíveis ao ponto terminal, de acordo com a configuração geométrica.
      • Grau de posicionamento: mede o nível exato de movimentos em uma atividade programada.
      • Capacidade de carga: a capacidade de carregar um determinado peso e transportá-lo.
      • Velocidade: o quão rápido eles podem ir.

      Com base nesses elementos, sem esquecer sua configuração geométrica, é possível determinar os principais tipos de robôs industriais.

      Robô cartesiano

      Os robôs industriais cartesianos são caracterizados pelo fato de serem posicionados por 3 juntas lineares. Além disso, eles fazem movimentos perpendiculares a partir dos 3 eixos cartesianos X, Y e Z.

      Esse robô oferece um nível adequado de precisão e repetibilidade, fácil programação e é adquirido a um custo econômico. Portanto, é uma solução econômica para o setor, pois realiza operações simples. Elas podem ser de soldagem, posicionamento ou separação de forma eficiente e econômica.

      Robôs industriais Scara

      Esse tipo de robô industrial também se move nos mesmos planos cartesianos que o anterior. Sua diferença está na incorporação de um eixo final no plano Z. Com ele, é possível girar a ferramenta na extremidade do braço robótico.

      Os robôs Scara são, portanto, as melhores máquinas para processos de montagem. Entretanto, eles não são tão universais, pois a extremidade do braço reduz seu alcance.

      6 graus de liberdade

      Esses tipos de robôs industriais são assim chamados por causa de suas articulações que podem colocar a garra em uma posição com três movimentos. Isso permite mais flexibilidade para diferentes tarefas ou aplicações industriais. Além disso, eles têm a capacidade de se transformar em robôs colaborativos.

      Tipos de robôs redundantes

      Os robôs redundantes ou cíclicos podem colocar sua ferramenta em uma determinada posição e em diferentes posturas. Ao contrário dos robôs de 6 eixos, que só podem ter uma postura para uma determinada posição. Os robôs redundantes são como um braço humano que pode segurar algo e, ao mesmo tempo, mover o ombro e o cotovelo.

      Máquinas de braço duplo

      Por fim, um dos tipos mais complexos de robôs industriais é o robô de braço duplo. Isso ocorre porque eles trabalham simetricamente em um único objeto. Além disso, eles têm funções de visão e de detecção de força e podem executar tarefas autônomas. Dentro deles, podem tomar decisões e executar ações complexas, como a identificação de formas ou o ajuste de quantidades e forças.