O apego é algo natural no ser humano. O problema vem quando tiramos conclusões erradas, como a dependência emocional. Ocorre quando uma pessoa tem a necessidade de manter um vínculo afetivo com a sua parelha ou com alguma situação da sua vida. Esse tipo de dependência pode ter consequências graves. Hoje apresentamos alguns segredos para saber como lidar com ele. Continue a ler para saber mais.

Por que ocorre a dependência emocional?

Esse padrão psicológico surge como uma necessidade de outros assumirem certas responsabilidades nos principais aspetos da nossa vida. Além disso, pelo medo da separação de pessoas importantes ou das complicações de tomar decisões por nós mesmos. Até pelas dificuldades de expressar desacordo com outras pessoas por medo de perder a aprovação.

Geralmente, a dependência emocional é encontrada em pessoas com baixa autoestima que são sistematicamente desvalorizadas. Da mesma forma, na maioria das vezes são críticos de si mesmos e do seu jeito de ser, até se sentirem inferiores e desvalorizados. Isso faz com que eles iniciem relacionamentos prejudiciais por terem sentimentos excessivos e inadequados por medo de que o relacionamento acabe em algum ponto. Portanto, muitas vezes acontece que essas pessoas não pensam nas suas necessidades e se cancelam em favor do parceiro, da família ou dos amigos. Portanto, eles tendem a ser sensíveis à aprovação das suas ações por essas pessoas.

Quais são as consequências?

É importante observar que muitas das pessoas dependentes procuram parceiros com caráter dominante, com personalidade que tende ao egoísmo e ao narcisismo. Em casos mais extremos, a pessoa com dependência pode sofrer algum tipo de abuso físico ou psicológico por parte do parceiro. Embora reconheça o desprezo que sente diariamente, ela não consegue deixar de ser “fisgada” por seu relacionamento. Por isso, tende a idealizar a sua esposa, vivendo certa submissão a ele.

Nesse sentido, a dependência gera ansiedade, pois enche o indivíduo de medo, acreditando que ele realmente precisa de certas situações ou pessoas para gerar emoções agradáveis. Mas eles esquecem que esses sentimentos vêm de dentro, e não de outra pessoa, caindo facilmente em depressão, agorafobia e fobia social.

O que fazer para eliminar a dependência emocional?

A primeira coisa a fazer é identificar e conhecer os traços de personalidade e tomar consciência, mesmo que doa, que essa situação emocional não é saudável a longo prazo. Se reconhecermos que podemos ser uma pessoa emocionalmente dependente, é melhor escrever uma lista das coisas que fazemos por amor e que não nos afetam como pessoa. E, outra lista das coisas que suportamos devido ao traço de dependência emocional e se influenciam negativamente na nossa saúde e qualidade de vida.

Além disso, devemos avaliar se deixamos de lado outros relacionamentos ou amizades importantes, ou se mudamos drasticamente a nossa rotina em favor da outra pessoa. Da mesma forma, deve pensar se estamos a ser tratados adequadamente nos nossos relacionamentos ou se passamos por sofrimento.

Agora, ir a um profissional de saúde mental pode ser de grande ajuda, pois nos fornecer uma série de ferramentas com as quais possamos, gradualmente, superar essa necessidade emocional. Os psicólogos usam várias técnicas para ajudar as pessoas que estão num relacionamento de dependência. Por exemplo, trabalham com variáveis ​​intrapsicológicas como reforço da autoestima, otimização de recursos emocionais, habilidades sociais ou reestruturação cognitiva para melhorar a situação de dependência emocional.

Amor ou dependência?

Numa relação de amor, estar com a outra pessoa é gratificante. Na verdade, passar um tempo com a pessoa amada gera uma forte sensação de bem-estar. Pelo contrário, uma relação de dependência é estar com outra pessoa para evitar os sentimentos de vazio emocional. Basicamente, a pessoa dependente não suporta a ideia de conceber uma vida sem ter ninguém ao seu lado.

Simplesmente ame a outra pessoa; tente fazê-lo ou fazê-la feliz sem pedir nada mais. Quando estamos numa relação de apego e dependência, tudo é feito para agradar o parceiro, mas esperando que essa pessoa esteja presente o tempo todo em troca. Para isso, utiliza-se o controle e, se necessário, a manipulação emocional.

Elige tu ubicación

Latinoamérica

Europa