+34 91 005 42 79 brasil@esneca.lat
  • Español
  • 0 Item

    Atualmente, os hábitos alimentares mudaram devido a cuidados de saúde ou ambientais. Isso provocou que alimentos de origem animal fossem substituídos. No entanto, existem muitos nutrientes que eles contêm e os benefícios que proporcionam como fonte de energia para o esporte.

    No entanto, é verdade que nem todos os alimentos desse tipo devem ser consumidos com freqüência. Portanto, vamos ver quais são os produtos mais recomendados para comer de acordo com suas características.

    Quais são as propriedades dos alimentos de origem animal?

    Os alimentos de origem animal mais consumidos são carne, peixe, ovos e laticínios. Este grupo nutricional é uma fonte de potássio, ferro, iodo, cálcio e zinco. Além disso, possuem vitamina D, K, A e grupo B, que ajudam no metabolismo de proteínas e na manutenção do sistema nervoso.

    Graças a esses macronutrientes, eles formam e reparam tecidos musculares, nervos, ossos, entre outros. Aqui estão alguns dos alimentos com mais propriedades.

    Carne vermelha

    A carne vermelha é uma ótima fonte de ferro e proteína. Eles são responsáveis ​pela reparação e construção dos tecidos. Além disso, eles formam enzimas, anticorpos, hormônios e alguns neurotransmissores.

    Em quanto às vitaminas, contém os tipos B3, B6, niacina e B12. Estes estão intimamente relacionados com a produção de glóbulos vermelhos. Além disso, eles têm vitamina D, que, juntamente com fósforo e cálcio, ajuda na formação de dentes e ossos.

    Note-se que este tipo de carne não deve ser consumido em excesso devido à sua conseqüência no aumento do ácido úrico.

    Ovos: alimentos de origem animal

    O ovo é uma excelente fonte de energia, pois contém vitamina D, B12, B6, cobre, ferro, zinco e selênio. Na clara á mais da metade da proteína que té o ovo, além de ter vitamina B2. Em quanto à gema, ela tem mais calorias do que a clara, mais concentra as vitaminas A, E, D e K.

    Os ovos são considerados uma fonte de proteína, possui os 9 aminoácidos essenciais que não são produzidos no organismo.

    Carne branca

    Esses alimentos de origem animal concentram uma quantidade maior de proteínas que a carne vermelha. Além disso, possuem 30% de gordura, vitaminas e minerais como fósforo, zinco, potássio e iodo.

    Quanto ao colesterol, para cada 100 gramas, eles têm apenas 80 miligramas. Eles também têm baixos níveis de purinas, por isso são fáceis de digerir, principalmente frango e peru.

    Marisco e peixe

    Os crustáceos como camarões e lagostas se enquadram nesta classificação. Além disso, moluscos, representados por mexilhões, caracóis, lulas e muito mais.

    Entende-se que os moluscos fornecem proteínas e vitaminas A, D e do grupo B. Em relação aos minerais, destacam-se o potássio, zinco, ferro, cloro, magnésio, cálcio e sódio. Certamente, são benéficos para a saúde, pois possuem gorduras poliinsaturadas que reduzem o risco de sofrer doenças do sistema cardiovascular.

    Quanto aos peixes, isso é considerado mais do que uma opção de alimentos protéicos. Isso ocorre porque as gorduras de algumas espécies contribuem para o desenvolvimento do cérebro. Tanto no feto quanto nas crianças em seus estágios iniciais.

    Em suma, o mundo da comida é cada vez mais variado. Mas, o objetivo também é que os alimentos de origem animal que sejam consumidos sejam frescos e naturais.

    ¡Celebra la Black Week con nosotros! Te regalamos 60$ para tu matrícula. CUPÓN: BLACK60

    X